Annemarie foi uma figura perturbante e encantatória: mulher, homem ou anjo, um anjo devastado, como lhe chamou Thomas Mann, que encara a objetiva e nos olha de frente, entre a ameaça e o
desmoronamento. Esta suíça que se doutorou em História correu o mundo como escritora, jornalista e fotógrafa. Sempre com o seu ar andrógeno que desde sempre assumiu.  A sua vida foi corroída pela dor: era viciada em morfina e estava frequentemente em tratamentos psiquiátricos contra a depressão.

Morreu aos 34 anos, fruto de uma queda de bicicleta. Grande parte dos seus diários e carats foram destruídos pela mãe, com quem sempre teve uma relação difícil. Salvaram-se, felizmente, as fotografias e livros, que estavam ao cuidado de um amigo. E tanto que nos dão a pensar...

Grandes Primas é um podcast sobre igualdade de género e mulheres que tratam a liberdade por tu.

Este é um projeto de Mariana Monteiro e Teresa Tavares para a PRIMA, com apoio na recolha de textos de Ana Cepeda Alves e composição sonora de Surma. (Saiba mais aqui)

O podcast Grandes Primas pode ser visto no video abaixo ou ouvido no SpotifyiTunes e Buzzsprout.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.