Andreia C. Faria nasceu no Porto, em 1984, e publicou o seu primeiro livro de poesia aos 24 anos. Influenciada pela poesia americana, de Emily Dickinson a Sylvia Plath ou Anne Carson, encontrou também as suas iluminações em Rimbaud, na tradução de Maria Gabriela Llansol, na poesia de Luiza Neto Jorge, Luís Miguel Nava ou Daniel Faria. Em 2018 Andreia C. Faria foi reconhecida com o Prémio da Sociedade Portuguesa de Autores para Melhor Livro de Poesia com a obra Tão Bela Como Qualquer Rapaz, editada pela Língua Morta.

Grandes Primas é um podcast sobre igualdade de género e mulheres que tratam a liberdade por tu.

Este é um projeto de Mariana Monteiro e Teresa Tavares para a PRIMA, com apoio na recolha de textos de Ana Cepeda Alves e composição sonora de Surma. (Saiba mais aqui)

O podcast Grandes Primas pode ser visto no video abaixo ou ouvido no SpotifyiTunes e Buzzsprout.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.