Por Rita Santos

Todos podemos, com pequenos gestos, fazer a diferença nos ecossistemas. É a pensar nisso que muitas entidades se mobilizam para incentivar a mudança.  Como a La Mer Blue Heart, cuja missão é criar uma onda de bondade para ajudar a proteger os habitats marinhos. Anualmente, toda a equipa da marca de cosmética, em todo o mundo, promove uma iniciativa para limpar as zonas costeiras e as praias locais. Este ano, em Portugal, a La Mer juntou-se à Câmara Municipal de Cascais e à Fundação Claro para promover uma limpeza na Praia do Guincho, na qual participaram também jornalistas e bloggers, e sensibilizar as pessoas para a importância da eliminação de lixo nos mares.

“Hoje tentámos apanhar alguns micro-plásticos, que são partículas de plástico com tamanho inferior a 5 milímetros, que são muito perigosas porque os peixes acabam por ingeri-las e entram também na nossa cadeia alimentar”, explicou à Prima Carolina Gonçalves, uma das fundadoras do Movimento Claro.

Há cada vez mais iniciativas em Portugal organizadas por entidades distintas para apanhar lixo nas nossas praias. E , na verdade, todos podemos ajudar nesta missão. Carolina Gonçalves adiantou que este tipo de lixo apanhado é composto, na sua maioria, por beatas, pedaços de plástico partidos, restos de cotonetes e de palhinhas e redes de pesca. No fundo, é tudo aquilo que os camiões de lixo da Câmara Municipal que todos os dias limpam as praias não conseguem apanhar. No final desta ação, os dejetos recolhidos foram separados e pesados. Carolina Gonçalves alertou para o facto da limpeza das praia ser muito importante, mas não resolver aquele que é um dos principais problemas ambientais à escala global.

“Esta iniciativa é ótima para as pessoas entenderem tudo aquilo que inevitavelmente vem parar ao mar, mas é necessária toda uma política a montante que faça a diferença”, disse Carolina que, há um ano, juntamente com duas amigas surfistas criou a Fundação Claro, um movimento que alerta para os danos que o plástico descartável causa no ambiente.

Entre o grupo que passou a manhã a contribuir para a limpeza do areal do Guincho estava a manequim Débora Montenegro que, na qualidade de embaixadora da marca La Mer aplaude esta iniciativa. “Sempre fui preocupada com o ambiente. Hoje em dia, já não uso plástico em nada e deixei de comer carne e acredito que se todos fizermos um bocadinho vamos contribuir para um planeta mais saudável. Para mim é uma honra fazer parte do legado de uma marca que tem este espírito e este trabalho de preservação dos oceanos”, afirmou.

A La Mer criou uma nova edição limitada Blue Heart do Crème de La Mer, um dos mais famosos da marca. O produto foi idealizado pelo físico Max Huber, após um acidente no laboratório que lhe queimou a pele. Para se curar, o cientista tirou partido das propriedades regeneradoras das gigantes algas marinhas do mar da Califórnia, criando assim o famoso Crème de La Mer.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.