Isto que aqui vê é uma marca portuguesa de básicos com design minimalista. Isto é também o negócio de três empreendedores que quiseram apostar num produto utilitário, com materiais orgânicos, primeiro pensado para homens, mas já com um pé no universo feminino. Isto é ainda uma marca que nasceu em 2017 para o mercado de venda online, mas que no final de 2018 se instalou numa espaçosa loja na Embaixada, no Príncipe Real. A PRIMA acredita que vale a pena conhecer isto.

A ISTO nasceu de uma série de conversas descomprometidas entre Pedro Palha e Vasco Mendonça, um ligado à gestão, outro ao branding e marketing, enquanto trabalhavam numa startup portuguesa. Com algumas ideias assentes sobre o que queriam fazer - “vender camisas e t-shirts básicas, de boa qualidade, para homem”, explica Pedro - precisavam apenas de um designer. O trio completou-se com Pedro Gaspar, designer ligado à publicidade, e, no final de 2016, começaram a delinear a marca. “Sabíamos que a produção ia ser feita em Portugal, que queríamos ter uma camisa oxford, uma t-shirt branca e apostar na sustentabilidade”, acrescenta. Apesar de nenhum ter ligação à moda ou vestuário, cedo perceberam que era importante que o algodão orgânico tivesse gramagem alta, para ser mais confortável e resistente às lavagens.

ISTO
Os básicos da marca créditos: Francisco Nogueira

No verão de 2017 deu-se a conhecer com uma loja online, uma boa comunicação de Instagram e quatro pilares que se explicam no acrónimo ISTO: Independente (não têm qualquer ligação com outras empresas), Soberbo (em relação à qualidade), Transparente (partilham com os consumidores os custos de produção) e Orgânico (nos materiais que usam). A aposta na transparência reflete-se numa explicação pormenorizada de quanto pagam pelo tecido, a mão de obra, as etiquetas, o transporte e a embalagem (€8,09 no caso de uma t-shirt branca, que custa €28; €22,97 para uma camisa oxford branca, vendida por €63), entre outros detalhes como o tipo de tecido e o local de fabrico - Barcelos, Braga e Guimarães.

ISTO
Uma das últimas cores a aparecer na ISTO créditos: Nuno Sousa Dias

Para o arranque lançaram a t-shirt branca, verde água e cor de laranja, uma camisa oxford branca e uma azul. E, sem respeitar as estações do ano, foram aos poucos produzindo mais peças. Há t-shirts cinzentas, azuis, pretas e beges, camisas de flanela e de linho e sweatshirts de cores neutras, sempre de linhas simples e sem estampados. No verão passado a marca expandiu-se para o universo das mulheres, com t-shirts brancas, pretas e uma camisa de linho e, mais recentemente, começou a vender tote bags em dois tons de azul.

ISTO tote
As novas tote bags créditos: Nuno Sousa Dias

Uma das últimas novidades é, porém, a loja na Embaixada, onde se instalaram no final do ano passado. “Continuamos a vender online, já estávamos em algumas lojas [mantêm-se apenas n’A Vida Portuguesa], mas queríamos ter um espaço nosso”, conta Pedro. Além de terem todos os modelos em exposição, contam com algumas peças de mobiliário da marca UTIL, do português Manuel Amaral Netto, que também desenhou os charriots, e algumas peças de cerâmica da francesa Cecile Mestelan, produzidas em Lisboa. Tudo com selo nacional.

Embaixada, Praça do Príncipe Real, 26, Lisboa / seg-dom 12h-20h
www.isto.pt

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.